Random Posts

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

A salvação da lavoura

Puxada por soja e milho, a safra de grãos deste ano deve bater recorde e render mais de R$ 200 bilhões aos produtores, informa Márcia De Chiara. Ajudada pelo clima, ela já começa a ser colhida no Centro-Sul.
A Confederação Nacional da Agricultura espera produção de 215 milhões de toneladas e projeta renda de R$ 237,7 bilhões, quase 14% mais que em 2016, descontada a inflação. Já o economista Fabio Silveira trabalha com projeção de 211,4 milhões de toneladas e receita de R$ 226,1 bilhões. O bom resultado deve impulsionar a economia e ser injeção de ânimo a comerciantes e prestadores de serviço de cidades do interior, por causa do aumento do dinheiro em circulação.
Segundo o IBGE, a agropecuária representou mais da metade da atividade econômica de 1.135 municípios do País em 2014. A safra recorde também deve reduzir preços de alimentos, que foram vilões do custo de vida no ano passado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário