Combustível de qualidade é no Posto Potencial,o Posto do Fabinho
Tudo que você precisa para construir,reformar ou ampliar,no Depósito Pereira tem e com estrutura para atender toda a Região Vale do Ivaí
Quando precisar de serviços de Serralheria,então procure quem entende, JR SERALHERIA
O recanto dos amigos também é pesque e pague e pesca esportiva..Bairro 200 alqueires bem pertinho do Rosi Cerqueira.
O material elétrico e para acabamentos da sua construção, você encontra com preço bom na Ivaluz Materiais para Construção
HIGIENIZAÇÃO E MANUTENÇÃO NO AR CONDICIONADO É COM A ACM AR CONDICIONADO
CORAGEM, DETERMINAÇÃO E OUSADIA,ESTA É A MARCA DA FÁBRICA DE MÓVEIS PÔR DO SOL
ANUNCIE AQUI,O RETORNO É GARANTIDO
Gravações de Vídeos e Diagramação

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Senado aprova lei que cria Documento de Identificação Nacional

O plenário do Senado aprovou ontem (11) o projeto de lei que cria o Documento de Identificação Nacional, que reunirá dados biométricos e civis, como Registro Geral, Carteira Nacional de Habilitação, Cadastro de Pessoa Física (CPF) e título de eleitor em um único documento.
De acordo com o projeto, a Identificação Nacional dispensará a apresentação dos documentos que lhe deram origem ou nele mencionados e será emitida pela Justiça Eleitoral, ou por delegação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a outros órgãos para aproveitar o cadastro biométrico nacional realizado para as eleições. O documento será impresso pela Casa da Moeda e usará como base de identificação o CPF.
Conforme o texto, o documento único será emitido com base na Identificação Civil Nacional, criada pelo projeto com o objetivo de juntar informações sobre o cidadão. A nova base de dados será gerida pelo TSE, que garantirá o acesso à União, aos estados, ao Distrito Federal, aos municípios e ao Poder Legislativo.
O relator do projeto, senador Antônio Anastasia (PSDB-MG) acatou apenas uma emenda de redação e, por isso, o texto não precisará retornar para revisão da Câmara dos Deputados. Com isso, a matéria segue para sanção do presidente Michel Temer.


Edição: Luana Lourenço da Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário