sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Bolsonaro ou Lula: quem se sai melhor na disputa presidencial por estado

DA GAZETA DO POVO

Pesquisa do instituto Paraná Pesquisas em dez estados brasileiros mostra como anda o desempenho dos pré-candidatos à Presidência da República, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Quem está saindo na frente, pelo menos por enquanto, é o deputado, que lidera as intenções de voto em cinco unidades da federação. 

Bolsonaro está na frente nas intenções de voto no Rio de Janeiro (22,8%), Rio Grande do Sul (21,9%), Santa Catarina (21,1%), Distrito Federal (19,9%) e Paraná (13,3%). Nesses estados, o desempenho de Lula é inferior. O ex-presidente tem 17,7% das intenções no Rio de Janeiro, 18,1% no Rio Grande do Sul, 15,2% em Santa Catarina, 13,2% no Distrito Federal e 12,6% no Paraná.
Líder em quatro dos outros dez estados consultados, Lula tem o maior índice de preferência em um estado: o ex-presidente é o candidato de 45,3% dos entrevistados no Sergipe. Lá, Bolsonaro só conquistou 8,5% dos eleitores ouvidos pela sondagem. As perguntas são estimuladas, ou seja, são listados nomes de pré-candidatos e a entrevistado aponta a intenção de voto. Lula apresenta liderança semelhante na Bahia, com 42,7%. O deputado Bolsonaro tem 12,8% de intenção de voto entre os baianos. 


O petista também está na frente do deputado no Pará e em Goiás, com 28,1% e 22,4%, respectivamente. Bolsonaro tem 16,8%; e 20,4% nesses estados. Em São Paulo, petista também apresenta melhor desempenho que o parlamentar com 15,2%, contra 12,2% de Bolsonaro. Mas ali a liderança é do prefeito paulistano João Dória (PSDB) com 26,3%. 
No Paraná, é o senador Alvaro Dias (PODE) que apresenta o melhor desempenho na pesquisa com 31,1% dos votos declarados.
A pesquisa também mostrou que a presidenciável Marina Silva (Rede) fica em terceiro ou quarto lugar nos estados consultados. Seu melhor desempenho é no Pará, em que 12,7% dos entrevistados declaram voto na ex-ministra do Meio Ambiente. 
O instituto Paraná Pesquisas não incluiu o nome do governador paulista Geraldo Alckmin (PSDB), que é o principal pré-candidato tucano ao Palácio do Planalto. Na lista consta o prefeito Dória, que sinaliza interesse numa pré-candidatura à Presidência e tem recebido críticas por abandonar a cidade de São Paulo para seguir em viagens que serviriam para costurar uma pré-campanha eleitoral. 
A sondagem consultou entre 1.500 e 2.500 pessoas em cada um dos estados. Foram realizadas entrevistas em 10 das 27 unidades federativas. O grau de confiança é de 95% e a margem de erro varia entre 2% e 2,5% de acordo com cada estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário