terça-feira, 24 de outubro de 2017

Pesquisa revela:Evangélicos crescem de 15,4% para 32%

Já católicos murcharam de 73,6% para 52%.

A presença evangélica dobrou de 2000 para cá: de 15,4%, segundo o Censo, para os atuais 32%. Já católicos murcharam de 73,6% para 52%.Mas isso, segundo o instituto, não devem interferir na eleição presidencial. O Datafolha apresentou a 2.772 entrevistados de 194 cidades três hipóteses: um presidenciável católico, um evangélico e um ateu. O cenário mais favorável foi o do católico: 25% votariam nele com certeza, 49% talvez e 16% de jeito nenhum (os 10% restantes vêm de outras respostas, inclusive de quem não quis opinar). Os índices para o evangélico, respectivamente: 21%, 46% e 24%.O ateu levou a pior: só 8% não titubeariam em escolhê-lo, 33% cogitariam e 52% jamais o elegeriam. Entre neopentecostais, a resistência ao político descrente chega a 67%.
FonteL Folha Uol.

Nenhum comentário:

Postar um comentário