Lorem ipsum dolor

domingo, 7 de janeiro de 2018

Intolerância:Cadeirante tem cabeça cortada e morto por causa de 20 reais

Do Plantão Maringá
Um cadeirante, morreu após ter o pescoço cortado e parte da cabeça esmagada, por homem enfurecido, na tarde deste sábado (06), na Rua São João Zona 7, de Maringá. Após o crime o assassino foi baleado por um Policial Civil que passava pelo local e presenciou o crime. De acordo com testemunhas, Alexandro de Araújo Gomes, de 30 anos, agrediu violentamente, o cadeirante Irineu Elo de Souza Soares, de 35 anos, com golpes de lajota na cabeça. Um Policial Civil que passava pelo local e percebeu a movimentação de pessoas em frente a residência, tentou conter o assassino, que após esmagar a cabeça da vítima estava em posse de uma faca cortando o pescoço do cadeirante. O Policial Civil deu voz de prisão porém o homem, desobedeceu investindo contra o mesmo que efetuou dois disparos de advertência, mas o assassino não se intimidou, e o policial foi obrigado a efetuar mais dois disparos que atingiram braço, e abdômen de Alexandro.O local onde o crime ocorreu, é utilizado por usuários de drogas, e a motivação do crime seria por causa de uma dúvida de 20 reais. O assassino foi socorrido e encaminhado ao Hospital Universitário, e após receber alta, será encaminhado para a delegacia e ficará a disposição da justiça. O corpo de Irineu Elo de Souza Soares foi recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal de Maringá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário