Mensagem da Vale do Ivaí Telecom

sexta-feira, 27 de julho de 2018

Greve dos Correios começa no dia 7 de agosto no Paraná

Os trabalhadores dos Correios do Paraná rejeitaram a proposta da direção da empresa de 1,58% de reajuste
Os trabalhadores dos Correios do Paraná rejeitaram a proposta da direção da empresa de 1,58% de reajuste, que corresponde a 60% do INPC da data-base da categoria, que é dia 1º de agosto. O reajuste não cobre sequer as perdas da inflação do período que é de 2,64%. Em 17 assembleias realizadas entre os dias 24 e 27 de julho, eles aprovaram o indicativo de greve a partir do dia 7 de agosto. Além do Paraná, sindicatos de mais 25 Estados aprovaram a greve. Após anunciar lucro de R$ 667 milhões, em 2017, a direção dos Correios além de propor um índice de reajuste abaixo da inflação, também quer retirar direitos históricos da categoria, como corte do vale-alimentação em períodos de licença médica por acidente de trabalho; diminuição no pagamento de adicional noturno; aumento de jornada de trabalho aos sábados sem pagar hora extra; rebaixamento da gratificação de férias entre outros ataques. O secretário geral do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios do Paraná (Sintcom-PR), Marcos Rogério Inocêncio (China), aponta que os trabalhadores da estatal têm sofrido com os inúmeros ataques da empresa, que se intensificaram nos últimos dois anos, sob a gestão política do PSD de Gilberto Kassab / Guilherme Campos/ Carlos Fortner, aliados de Michel Temer. (Do site Bem Paraná).

Nenhum comentário:

Postar um comentário