Comissão deve impugnar candidata eleita para o Conselho Tutelar de Borrazópolis

A quinta colocada, na lista dos aprovados na eleição, deve ser impugnada na próxima semana

Uma candidata eleita para o Conselho Tutelar de Borrazópolis, na eleição que aconteceu no dia 06 de outubro, de nome Márcia, deve ter a impugnação confirmada na próxima semana.

De acordo com o apurado, a candidata não apresentou comprovante escolar de conclusão do segundo grau. Para assumir o cargo, é preciso que o eleito tenha concluído esta etapa escolar. Também houveram denúncias de irregularidades na campanha. 

Diante dos fatos citados, a comissão teria decidido impugnar a eleição da candidata. O anúncio deve ser feito na próxima semana. A informação não foi confirmada oficialmente pela comissão responsável pela eleição, seguimos acompanhando o caso. 

Um total de 1.163 pessoas votaram e estes foram os eleitos:

1°-Dalva da Loja 240 votos
2°-Débora Marques 127 votos
3°-Marisselma Wacheski 113 votos 
4°-Patrícia Fernanda 104 votos
5°-Márcia Regina 101 votos.

Suplentes

6°-Edgar Trida 100 votos
7°-Lucimar Moretti 92 votos
8°-Keila Esland 88 votos
9°-Sara Prudêncio 56 votos
10°-Bruna Oliveira 53 votos
11°-Jorge Luiz 41 votos
12°-Lúcio Júnior 31 votos.

Caso seja confirmada a impugnação da Márcia, o que é esperado na próxima semana, o 6° colocado, Edgar Trida, deve assumir como conselheiro.

Márcia ainda tem o direito de questionar a decisão da comissão, para possivelmente continuar com a vaga. (Fonte: Blog do Berimbau)

Postar um comentário

0 Comentários