Curta a nossa página e fique bem informado

terça-feira, 3 de dezembro de 2019

Dois terços dos brasileiros de 15 anos sabem menos que o básico de matemática

Os dados foram divulgados na manhã desta terça-feira (3)

Resultado de imagem para PISA

Mais de dois terços dos estudantes brasileiros de 15 anos tem um nível de aprendizado abaixo do que é considerado o básico pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). 

Os dados, divulgados neta terça-feira (3), são da edição de 2018 do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (PISA, na sigla em inglês).

O nível 2, considerado o básico, é atingido a partir da nota 420,07 no PISA, o Brasil teve 43,2% dos participantes demonstrando uma nota de aprendizado abaixo do nível 2 em todas as três provas.  Já para entrar nos níveis considerados de alto desempenho, níveis 5 e 6, é preciso ter uma nota acima de 606,99. Apenas 2,5% dos avaliados ficaram no nível 5 ou 6 em leitura, ciências e matemática.

Como é feito o PISA?

O PISA é uma avaliação mundial, realizada em dezenas de países. Com provas de leitura, matemática e ciência, além de educação financeira e um questionário com estudantes, professores, diretores e escolas e pais.

O resultado é divulgado a cada três anos. A edição mais recente foi aplicada em 2018, com 600 mil estudantes de 15 anos de 80 países diferentes. Juntos, eles representam cerca de 32 milhões de pessoas nessa idade.

No Brasil, cerca de 10.691 estudantes de 638 escolas realizaram a prova em 2018. São 2.036.861 de  estudantes, o que representa 65% da população brasileira que tinha 15 anos na data do exame. O mínimo de escolas exigidas pela OCDE é 150.

A prova é aplicada em um único dia, feita em computadores, e tem duas horas de duração com questões objetivas e discursivas.

A cada edição, uma das três disciplinas principais é o foco da avaliação, nesta última edição de 2018 o foco foi na leitura. 

O Brasil participou de todas as edições do PISA desde a sua criação, em 2000, mas continua abaixo da pontuação de países desenvolvidos e da média de países da OCDE, considerada uma referência na qualidade de educação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pra vc odontologia

Pra vc odontologia