domingo, 3 de maio de 2020

Sérgio Moro é chamado de Judas por Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar duramente o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, insinuando que o ex-aliado o teria traído, sem levar adiante as investigações sobre a facada dada no presidente por Adélio Bispo

Nenhum comentário:

Postar um comentário