segunda-feira, 26 de outubro de 2020

Vacina de Oxford contra a covid-19 induz resposta imune em idosos e jovens

Um porta-voz da AstraZeneca afirmou à agência de notícias Reuters que os dados "são encorajadores"

A vacina da universidade britânica de Oxford em parceria com a farmacêutica anglo-sueca AstraZeneca contra o novo coronavírus foi capaz de induzir uma resposta imune em adultos, bem como em idosos — integrantes do grupo de risco da doença.

Os resultados foram divulgados nesta segunda-feira, 26. Um porta-voz da AstraZeneca afirmou à agência de notícias Reuters que os dados “são encorajadores”, exatamente por mostrar que a proteção também funciona em pessoas mais velhas — com a idade, o sistema imunológico se torna mais enfraquecido, o que ajuda a entender porque pessoas mais velhas têm mais risco de morte por complicações da covid-19. “Os resultados aumentam a evidência de que a AZD1222 é segura e imunizadora”, disse.

Mais cedo, fontes disseram ao jornal britânico Financial Times que a vacina também foi capaz de induzir a criação de linfócitos T nos voluntários — células reativas que ajudam o organismo na defesa de infecções.

A vacina de Oxford é uma das mais avançadas do mundo e é tida como uma das mais promissoras na corrida contra a covid-19. No Brasil, até o momento, aproximadamente 8.000 voluntários já tomaram as duas doses da proteção e outros 2.000 devem tomá-la até o final das pesquisas. (FONTE:EXAME)

Nenhum comentário:

Postar um comentário