Governo do PR deve ampliar toque de recolher e vacina deve sair em janeiro

Na tarde desta segunda-feira (28), o governo do Paraná decidirá sobre a ampliação do toque de recolher, que vence nesta segunda-feira. O secretário de saúde, Beto Preto relata que a medida foi um sucesso e que graças ao decreto, o número de acidentes caiu, fazendo com que os leitos de UTI estivessem livres para os pacientes infectados com a Covid-19. 

“Em 24 dias do decreto e tivemos um certo controle da situação. Tínhamos 150 pessoas esperando vagas em leitos de UTI duas semanas atrás. Hoje temos cerca de 30. O toque tem sito efetivo e a PM tem demonstrado isso os dados”, disse o secretário Beto Preto em entrevista nesta segunda-feira. O secretário afirmou ainda que as famílias paranaenses colaboraram durante o Natal e que “possivelmente vamos sim ampliar por mais dez dias o decreto do toque de recolher”, adiantou.

“Temos que fazer algo realizável, ultrapassamos o Natal com ajuda das famílias, Ano novo é um novo desafio. O que dá pra dizer com clareza é que tivemos uma redução de 35% de acidentados que chegam aos hospitais. Isso foi importante para evitar que mais pacientes cheguem ás unidades”, completou.

“O importante é reduzir essa confraternização ao núcleo familiar o máximo possível. Temos que conversar com todos e convencer as pessoas pelo bom senso”, alertou o secretário.

“A vacina que será utilizada no Paraná está garantida já para o final de janeiro de 2021 para profissionais de saúde da linha de frente. Esse lote vai chegar independente do país ou laboratório produtor”, disse.

“Estamos com a equipe pronta, falta chegar a vacina”, garantiu o secretário em entrevista. “Eu insisto. Desde o início eu levei a informação de que seria necessário fortalecermos o plano nacional de imunização. Independente de onde for, o importante é termos uma vacina que funcione e que dê eficácia aos paranaenses e que sirvam pra mudar esse ambiente de medo”, alertou o secretário.(Tn Online)

Postar um comentário

0 Comentários