apoios

RANCHO JJ NA AVENIDA PARANÁ
Direção Aguinaldo e Rose
AVENIDA JOSÉ NALINE EM BORRAZÓPOLIS
Brulan Móveis em frente a Rádio Nova Era em Borrazópolis
NO PÁTIO DO POSTO BORRAZÓPOLIS
Do amigo Hélio Vettor em Borrazópolis
A LOJA DO TAVINHO
NA SAÍDA PARA FAXINAL
DESDE 1963 JUNTO COM VOCÊ
ENTREGAS E ORÇAMENTOS PARA TODO O VALE DO IVAÍ
PERFUMES DA NATURA
DIREÇÃO DO TIAGO E CARLA
conserto e vendas de celulares
AO LADO DO HOSPITAL MUNICIPAL
DIREÇÃO DO AMIGO WESLEY E CAROL
EM FRENTE AO SICREDI
QUALIDADE,BOM PREÇO E HONESTIDADE
NA SAÍDA PARA KALORÉ
CARROS PERICIADOS E DE PROCEDÊNCIA

segunda-feira, 18 de janeiro de 2021

COVID - Vacinação contra covid-19 começa ainda hoje nos estados, diz Pazuello

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil
O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou hoje (18) que a vacinação contra o novo coronavírus começará nos estados ainda nesta segunda-feira. Ele disse que a previsão é que a distribuição das doses da vacina com uso de aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB) ocorra até as 14 horas de hoje, e que as primeiras aplicações sejam feitas até as 17 horas.

Ao lado de governadores, Pazuello participou, nesta manhã, do ato simbólico de entrega de 4,6 milhões de doses da CoronaVac no Centro de Logística do Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. As vacinas serão transportadas por via aérea para o Distrito Federal e as capitais de dez estados: Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul, Piauí, Rondônia, Roraima e Santa Catarina. Também há previsão de distribuição de vacinas por via terrestre. 

Segundo o ministro, o Instituto Butantan receberá um ofício pedindo celeridade no envio da autorização à Anvisa para a produção de mais dois milhões de doses da CoronaVac. A documentação deve ser analisada até 31 de março.

Ele reforçou que os primeiros a receber as doses da vacina serão  integrantes do grupo prioritário: profissionais da saúde, idosos e indígenas. Pazuello destacou, ainda, que os cuidados com uso de máscara e álcool em gel não podem ser deixados de lado. “A vacina não determina o fim das medidas protetivas”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário