Prefeito aumenta o próprio salário e decreta lockdown na cidade no PR


Deu ruim para o prefeito do município de Campo Magro (PR), Claudio Cesar Casagrande (PSD), que decretou “lockdown” na cidade –limitando o funcionamento dos setores não essenciais—e, ao mesmo tempo, aumentou próprio salário dos ocupantes de cargos comissionados em 15,36%.

Campo Magro, na Região Metropolitana de Curitiba, tem 25 mil habitantes e fica a 19 km de Curitiba.

Sobre as restrições aos setores não essenciais durante a pandemia, o prefeito disse passou a seguir, desde a tarde desta sexta-feira (19/3), que impõe medidas obrigatórias, como toque de recolher entre 20h e 5h, e fechamento do comércio a 9 municípios da região metropolitana enquanto deixa flexível as regras para outros 17.

Porém a bronca maior dos campomagrenses é com o “aumentão” que o prefeito se “autoconcedeu”, de 15,36%, num cenário em que empresas e governos estão reduzindo salários.

Segundo o decreto 020/2021, do último dia 15 de março, o prefeito Casagrande, ao conceder reajuste para os efetivos e comissionados da Prefeitura, argumentou que a medida tem o escopo de preservar o poder aquisitivo da moeda e recompor as perdas ocasionadas pelo processo inflacionário referente aos vencimentos e subsídios, no período compreendido entre junho de 2018 e janeiro de 2021.

O reajuste aplicado pelo prefeito de Campo Magro no próprio salário, dos efetivos e comissionados foi do INPCA (Índice Nacional do Preço ao Consumidor Amplo).

Na verdade, o prefeito até estaria correto em reajustar salários e estimular a economia e o consumo. No entanto, politicamente, a medida se deu em um momento inoportuno e cheirou a deboche.

O prefeito limitou o funcionamento de atividades não essenciais, que é uma medida drástica para conter o avanço da pandemia, enquanto ele [Casagrande] desconheceu essa crise que impõe a terceiros ao elevar seus próprios salários em 15,36%.

O decreto do prefeito municipal, além de reajustar o salário de R$ 20 mil para R$ 24 mil, ainda criou mais 4 secretarias. (Fonte;Blog do Esmael Moraes)

Postar um comentário

0 Comentários