STF retoma julgamento que analisa se Moro foi parcial contra Lula


A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) retoma nesta terça-feira (23/03) o julgamento que discute se o ex-juiz Sergio Moro atuou com parcialidade em investigações e processos da Operação Lava Jato contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O julgamento foi interrompido há duas semanas por um pedido de vista (mais tempo para analisar o assunto) do ministro Kassio Nunes - o único indicado à Suprema Corte pelo presidente Jair Bolsonaro.

O voto dele deve ser decisivo, pois no momento há empate, com dois votos a favor do pedido de Lula (ministros Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski) e dois contra (Edson Fachin e Cármen Lúcia).

No entanto, há uma expectativa de que a ministra Cármen Lúcia ainda possa alterar seu voto, em favor do recurso do petista. Quando, há duas semanas Gilmar Mendes atacou, em seu voto, a decisão de Moro de autorizar a interceptação de telefones do escritório de advogados de Lula, a ministra comentou: "Gravíssimo". (BBC NEWS)

Postar um comentário

0 Comentários