Pesquisar reportagens aqui




Capitinga é técnico agrícola e fala sobre a cigarrinha na lavoura de milho

A cigarrinha é um inseto-vetor de patógenos, ou seja, não causa danos expressivos diretamente, mas de forma indireta. O dano é causado quando a praga, durante o processo de alimentação, desempenha o papel de transmissora dos patógenos causadores dos enfezamentos pálido e vermelhos, e da virose do raiado fino no milho. Os enfezamentos podem gerar danos que podem acarretar perdas totais da lavoura, ao ponto de não justificar a colheita. Os principais sintomas de ataque de cigarrinha do milho são:Redução da absorção e assimilação de nutrientes pela planta;Redução na capacidade de produção de fotoassimilados; Redução no tamanho da planta;Encurtamento de entrenós-Ocorrência de super-espigamento; Espigas improdutivas; Redução no tamanho de espigas e espigas com falhas; Grãos mal formados e chochos.Nós conversamos com o técnico agrícola da A.VIEIRA que fala dos cuidados que o produtor tem que ter e investir em produtos de qualidade para combater a cigarrinha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CARREGANDO MAIS POSTAGENS...